Gerenciamento de SaaS – por que você precisa se preocupar

Gerenciamento de SaaS – por que você precisa se preocupar

Uma abordagem centralizada para o gerenciamento de SaaS é fundamental para evitar gastos e renovações não planejadas de tecnologia. Muitos aplicativos SaaS incluem renovação automática com períodos de notificação de 30 a 60 dias ou até noventa dias. Sem gerenciamento centralizado, uma empresa ficará presa em outro ciclo de pagamento. É importante entender os custos e benefícios de cada aplicativo SaaS antes de se comprometer com um. Da mesma forma, os aplicativos SaaS podem ser uma ótima maneira de melhorar o orçamento e a previsão.

O que significa SaaS?

 

Para responder à pergunta “O que significa SAAS?”, primeiro você precisa entender o conceito de SAAS. É um modelo de software de rede que não requer instalação em seu próprio computador, mas é acessado pela Internet a partir de um provedor SaaS e executado em um ambiente de computação predefinido. Você pode aprender mais sobre SAAS na Wikipedia, Google ou lendo as definições abaixo. Se você ainda não tem certeza sobre as definições, aqui está um guia prático para ajudá-lo.

Software as a Service (SAAS) é um modelo de tecnologia de computação em nuvem que permite aos usuários acessar aplicativos de software sem baixá-los. Esse modelo fornece uma plataforma para aplicativos baseados em nuvem e é muito mais barato do que instalar o software por conta própria. Os aplicativos SaaS populares incluem e-mail, calendário e ferramentas de escritório. Os usuários podem acessar esses aplicativos de qualquer computador com conexão à Internet e navegador da web. O modelo SaaS é especialmente útil para empresas porque lhes dá acesso a software e serviços sob demanda sem nenhum investimento inicial ou manutenção.

A arquitetura do SaaS requer uma equipe de desenvolvedores que entenda os riscos de segurança. A segurança é uma parte importante do desenvolvimento de SaaS, portanto, a equipe deve ter um membro que entenda as opções de pagamento. Também é importante discutir como os usuários pagarão pelo produto. Os desenvolvedores de SaaS precisam garantir serviço ininterrupto e desenvolvimento seguro de aplicativos. Os desenvolvedores de SaaS precisam saber como planejar atualizações sem interromper a continuidade do serviço. Requer planos de failover robustos e arquitetura infalível.

Benefícios do SaaS

 

Se sua empresa faz assinaturas frequentes de soluções SaaS, um dos principais benefícios é a redução de custos. Embora o custo por estação de software possa ser baixo, o poder de compra de sua organização é reduzido por um número menor de usuários. Ao consolidar todas as suas assinaturas em uma, você pode reduzir os custos por assento. O gerenciamento de SaaS ajuda você a monitorar e redimensionar as licenças disponíveis para cada ferramenta. Isso evitará que você aloque acidentalmente licenças em excesso e aumentará o uso ideal de ferramentas SaaS.

O uso de uma solução SaaS permite que pequenas empresas usem software de ponta sem incorrer em custos. Isso também reduz os custos de manutenção, pois o provedor é dono do ambiente e divide o custo entre todos os clientes. Além disso, o SaaS ajuda você a maximizar seu orçamento de TI e acessar a tecnologia mais recente. Claro, existem algumas desvantagens também. Uma solução hospedada dá mais controle a terceiros. Além disso, os serviços hospedados não podem ser adiados quando se trata de atualizações e novos recursos. Segurança e privacidade são preocupações importantes ao usar serviços hospedados.

Os benefícios do gerenciamento de SaaS vão além da redução de custos e manutenção. Além de permitir que você personalize e atualize seu software SaaS, esses serviços podem ser usados em qualquer dispositivo habilitado para internet. Esses benefícios aumentaram a lucratividade geral dos provedores de SaaS. Além de reduzir o risco do cliente, os provedores de SaaS são capazes de construir uma base global de clientes. Isso permite que eles concentrem mais atenção em cada cliente enquanto aumentam seus resultados. Outro benefício do SaaS é que você pode faturar vários clientes pela mesma plataforma de software, reduzindo custos e simplificando o processo de manutenção. Como vários clientes pagam pela mesma plataforma, você só precisa atualizar o sistema uma vez.

Maiores fornecedores de SaaS

 

SAP e Oracle estão entre os maiores fornecedores de gerenciamento de SaaS, fornecendo aplicativos e serviços de negócios corporativos. Eles também estão entre os maiores clientes de serviços SaaS. A SAP tem mais de 425.000 clientes e é uma das empresas mais conhecidas do setor de tecnologia. Seus clientes incluem pequenas e médias empresas em todos os setores e regiões geográficas. Seus serviços estão disponíveis sob demanda e têm uma série de benefícios para empresários e funcionários.

À medida que o mundo dos aplicativos de software baseados em nuvem se expande com diversos custos, contratos e provedores de SaaS concorrentes, o papel do gerenciamento de fornecedores de SaaS se torna cada vez mais crítico. Ele pode simplificar a aquisição e o uso de TI, bem como resolver problemas de negócios. Os especialistas em gerenciamento de ativos de TI podem ajudar as empresas a otimizar seus gastos com aplicativos SaaS e encontrar as soluções mais eficazes. Para saber mais sobre como o gerenciamento de fornecedores de SaaS pode ajudar sua organização, continue lendo.

Outra empresa baseada em nuvem que é um grande player em SaaS é a Splunk, que fornece software de inteligência operacional para empresas. Sua plataforma SaaS permite que os clientes transformem seus dados em vídeos em minutos. Além do Splunk, o Elastic NV oferece soluções de segurança e dados para empresários, equipando-os para construir um nome online e fidelizar o cliente. A Box, por exemplo, começou como uma empresa de armazenamento baseada em nuvem, mas desde então se expandiu para outros serviços, como colaboração e edição de arquivos.

Licenças SaaS não utilizadas

 

Se você tiver várias unidades de negócios em sua organização, é provável que tenha mais de um contrato com o mesmo fornecedor. Isso pode significar que você está perdendo descontos por volume e pagando por várias licenças que você realmente não precisa. A consolidação de seus contratos em um único permite compartilhar licenças entre suas unidades de negócios e evita a duplicação. Além disso, você pode obter melhores condições de certos acordos.

Compreender seu uso completo de SaaS é o primeiro passo para dimensionar corretamente suas licenças. Se você tiver centenas de aplicativos SaaS, a verificação manual de cada um pode consumir muito tempo. Portanto, verifique as 10 ferramentas mais caras para determinar se existem oportunidades de redimensionamento de licenças. Depois de saber quais ferramentas são subutilizadas, provisionar licenças não utilizadas é mais fácil do que você imagina. Mas lembre-se de incluir seus usuários nesse processo e garantir que eles saibam o que estão fazendo e onde estão focando.

Outra opção é reimplantar licenças não utilizadas. Ao reimplantar licenças para novos clientes, você pode reduzir seus gastos e evitar duplicações futuras. Se você estiver usando um modelo SaaS baseado em assinatura, poderá desativar licenças desnecessárias imediatamente. No entanto, é importante observar que, em alguns casos, você pode se livrar de licenças não utilizadas sem qualquer penalidade. Você também pode cancelar assinaturas se não as estiver usando.

Por que o gerenciamento de SaaS é importante?

 

Embora muitas equipes pensem no provisionamento de licenças de software em um contexto estático e único, é fundamental pensar nisso em termos de gerenciamento do ciclo de vida do usuário. O gerenciamento adequado de SaaS pode ajudá-lo a evitar os riscos de segurança associados ao provisionamento excessivo e ao acesso privilegiado além da duração do mandato de um funcionário. Como um terço das empresas sofre pelo menos uma ameaça interna, o gerenciamento adequado pode reduzir as chances de ocorrência de tais incidentes.

Quando implementado corretamente, o gerenciamento de SaaS permite que os usuários acessem dados em qualquer dispositivo habilitado para internet. Também ajuda as organizações a gerenciar os custos associados às suas assinaturas, minimizando os riscos de segurança. Ele também simplifica a integração e o descarregamento do usuário. Em última análise, ajuda as organizações a melhorar seu retorno sobre o investimento e proteger os ativos de sua organização. O gerenciamento de SaaS é uma estratégia de longo prazo para qualquer organização que dependa de aplicativos baseados em nuvem.

Com a implementação adequada, o gerenciamento de SaaS ajuda as empresas a reduzir o risco associado a ferramentas não gerenciadas e maximizar o valor do software adquirido. Diferentes funções em uma empresa se beneficiarão do gerenciamento de SaaS. Os CEOs podem querer implementá-lo para manter os aplicativos em nuvem em ordem, enquanto os líderes de TI provavelmente desejarão fazê-lo em um esforço para cortar custos. De qualquer forma, esse processo ajuda as empresas a aumentar sua produtividade e reduzir custos, enquanto protege dados confidenciais.

Muitos aplicativos SaaS têm um recurso de renovação automática que permite que os clientes bloqueiem um ciclo de pagamento para o qual não estão preparados. As plataformas de gerenciamento SaaS podem reduzir renovações indesejadas definindo claramente todos os aplicativos SaaS que uma empresa usa. Ao disponibilizar essas informações prontamente, os líderes empresariais saberão quando a data de renovação está se aproximando e poderão optar por continuar pagando pela licença. Uma abordagem de gerenciamento centralizado também permite que as empresas controlem melhor quanto gastam nesses aplicativos.

Recomendação para gerenciamento de SaaS

 

A principal motivação para gerenciar SaaS é obter insights sobre gastos, valor pelo dinheiro e risco. Uma violação de dados recente custa a uma organização uma média de US$ 4 milhões em negócios perdidos e melhorias de processos. Além disso, o aumento do uso de SaaS aumenta o risco de violação de dados. Existem várias razões pelas quais as empresas devem considerar a contratação de um provedor de gerenciamento de SaaS. Se você está procurando um provedor de gerenciamento de SaaS, essas são algumas das principais opções disponíveis.

Uma solução eficaz de gerenciamento de SaaS deve ter políticas que definam claramente os níveis de acesso e as permissões para diferentes usuários. Dessa forma, as políticas podem ser aplicadas e revogadas quando necessário. Embora alguns aplicativos SaaS possam dar acesso total a todos, outros devem atribuir permissões específicas a diferentes membros da equipe. Além disso, o compartilhamento de documentos com pessoas diferentes deve ser dividido nas opções Editar e Somente visualização. Essas políticas ajudam a evitar o acesso inadequado e garantem o valor do software adquirido.

Um benefício importante de uma plataforma de gerenciamento SaaS é que ela ajuda a simplificar as tarefas do dia-a-dia. Por exemplo, o gerenciamento do ciclo de vida do usuário (ULM) envolve o gerenciamento das contas dos usuários, incluindo a redefinição de senhas, o gerenciamento de alterações no meio do ciclo de vida e a atualização de informações de perfil. As plataformas de gerenciamento SaaS ajudam as organizações a automatizar esses processos, incluindo a identificação de usuários e o gerenciamento de suas contas. Eles também podem fornecer modelos para essas tarefas, garantindo as melhores práticas. E a melhor parte? Eles são facilmente personalizáveis, para que sua empresa também seja única. Recomendação de gerenciamento de SaaS

Deseja controlar seus gastos com SaaS e reduzir os custos? Podemos ajudá-lo, entre em contato conosco para discutir como.

Se você deseja estar atualizado sobre licenciamento em nuvem e SaaS e receber mais dicas, siga-nos nas
redes sociais:

✔️ Siga-nos no LinkedIn
✔️ Inscreva-se em nosso canal no YouTube